Nível:Mestrado Acadêmico
Obrigatória:Não
Carga Horária:45
Creditos:3
Ementa:
Desenvolvimento econômico e urbanização: ocupação do espaço geográfico e desenvolvimento econômico; Economias de aglomeração e
externalidades; Teorias da localização da atividade econômica: localização das atividades no espaço nacional e urbano, desenvolvimento
econômico regional; Pólos de crescimento: políticas de desenvolvimento regional baseados em inovação tecnológica; Disparidades de
desenvolvimento regionais: efeitos da globalização sobre a competição entre as regiões; Abordagens recentes da teoria do desenvolvimento
regional.
Bibliografia:
ABDALLAH, P. R.; MONTOYA, M. A. Perspectivas da utilização de modelos insumo-produto na administração do meio ambiente. In:
MONTOYA, M. A. Relações intersetoriais do mercosul e da economia Brasileira: Uma abordagem de equilíbrio geral do tipo insumo-produto.
Passo Fundo: Editora UPF, 1998.
AYDALOT, P. Économie Régionale et Urbaine. Paris: Economica, 1985.
BONELLI, R.; CUNHA, P. V. Distribuição de renda e padrões de crescimento: um modelo dinâmico da economia brasileira. Pesquisa e
Planejamento Eonômico, v. 13, n.1, p.91-154, 1983.
CASTELLO, I. R. Fronteiras da América Latina, Espaços em Transformação. Porto Alegre: Ed. da Universidade, FEE, 1997.
CAVALCANTE, L. R. M. T. Produção Teórica em Economia Regional: uma Proposta de Sistematização. Escola de Administração, Núcleo de
Pós-Graduação em Administração (NPGA), Universidade Federal da Bahia (UFBA). s/d.
CAVALCANTI, J. E. A. Distribuição setorial da renda: Seus efeitos de indução na economia brasileira. Pesquisa e Planejamento Econômico,
v27, n. 1, p. 141-84, 1997.
COSTA, J. S. (Coord). Compêndio de economia regional. 2 Ed. Coimbra: APDR, 2005.
FONSECA, M. A. R.; GUILHOTO, J. J. M. Uma análise dos efeitos econômicos de estratégias setoriais. Revista brasileira de economia, v.41,
n.1, p. 81-98, 1987.
FRIEDMANN, J.; WEAVER, C. Territorio y Función. Madrid: Instituto de Estudios de Administración Local, 1981.
FUJITA, M.; KRUGMAN, P.; VENABLES, A. The Spatial Economy: cities, regions and international trade. London: MIT Press, 1999.
FURTUOSO, M. C. O; BARROS, G. S. C.; GUILHOTO, J. J. M. O produto interno bruto do complexo agroindustrial brasileiro. Revista de
Economia e Sociologia Rural, v.36, n. 3, p. 9-31, 1998.
GUILHOTO, J. J. M.; SONIS, M.; HEWINGS, G. J. D.; MARTINS, E. B. Índices de ligações e setores-chave na economia brasileira: 1959/80.
Pesquisa e Planejamento Econômico, v. 24, n. 2, p. 287-314, 1994.
GUILHOTO, J. J. M.; LOPES, R. L.; MOTTA, R. S. Impactos ambientais e regionais de cenários de crescimento da economia brasileira:
2002/2012. Rio de Janeiro: IPEA, 2002.
HADDAD, E. A. Regional Inequality and Structural Changes: lessons from the Brazilian Experience. Aldershot: Ashgate Publishing, 1999.
HADDAD, P. R.; FERREIRA, C. M. C.; BOISIER, S. et al. Economia Regional: teoria e métodos de análise. Fortaleza: BNB. ETENE, 36, 1989.
HIRSCHMAN, A. O. The strategy of economic development. New Haven: Yale University Press, 1958.
ISARD, W. Metodos de analisis regional: una introduccion a la ciencia regional. Barcelona: Ediciones Ariel, 815p. , 1960.
MALECKI, E. Technology and Economic Development. Essex: Longman, 1999.
NOPONEN, H.; GRAHAM, J.; MARKUSEN, A. Trading Industries, Trading Regions. New York: Guilford. 1993.
PERROUX, F. A Economia do século XX. Lisboa: Herder. 1967.
SAXENIAN, A. Regional Advantage. Cambridge: Harvard. 1996.
SCOTT, A. Global City-regions: trends, theory, policy. New York: Oxford, 2001.